Especial Oscar 2011 – Melhor Filme #1
|
Nosso querido colaborador e blogueiro, Paulo Ricardo, fez review de TODOS os filmes indicados ao melhor filme no Oscar. E vamos fazer um especial dividido em três posts para você conhecer melhor os longas e começar as apostas.

O Oscar será no dia 28 de fevereiro e os 10 indicados a melhor filme são: Cisne Negro, O Vencedor, A Origem, Minhas Mães e Meu Pai, O Discurso do Rei, 127 Horas, A Rede Social, Toy Story 3, Bravura Indômita e Inverno da Alma.

Confira as primeiras reviews:

Cisne Negro
Desde sua primeira apresentação no cinema, no 67º Festival de cinema de Veneza, Cisne Negro (Black Swan) vem ganhando fama. Já conquistou um Globo de Ouro de melhor Atriz, e está indicado à 5 Oscar; e é um grande favorito do prêmio de melhor filme. Estrelado pela atriz Natalie Portman, o longa de Darrem Aronosfki é um suspense/drama psicológico ambientado no mundo do balé.

Nina (Natalie Portman) é uma bailarina frágil, sensível, com problemas na vida pessoal, e que quer se tornar uma bailarina perfeita. A chance aparece quando o diretor artístico Thomaz Leroy (Vincent Cassel) aparece onde Nina trabalha: ele está a procura de uma bailarina para interpretar a peça O Lago dos Cisnes. Nina é a escolhida e terá que interpretar o Cisne Branco, que representa a inocência e a sensibilidade, e o Cisne Negro, que representa a malícia e sensualidade. Mas uma nova bailarina aparece, Lily (Mila Kunis), chamando a atenção de Thomaz, e apesar das duas se tornarem "amigas", ela pode ser um empecilho no caminho do sonho de Nina.

Cisne Negro é um ótimo filme que mostra sonhos, desejo, obsessão, inveja, sensualidade e loucura no mundo do balé, com uma ótima interpretação de Natalie Portman. Sua personagem é pura, tímida e inocente, que tem uma mãe rígida, tem problemas, não se diverte e só pensa no seu trabalho. Ela é a representação perfeita do Cisne Branco. Se a personagem de Portman começou assim, a partir da metade ela muda completamente de personagem, se tornando agressiva, sensual e mais livre de tudo o que ela passava. Ela consegue ser doce, sensível, para depois se tornar agressiva, psicótica e sensual; tudo isso durante o filme de uma forma extremamente convincente, nos prendendo a atenção desde o início. 


Toda essa mudança se deve ao início de uma amizade com Lily, interpretada por Mila Kunis, que recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Atriz Coadjuvante. Ela é sensual e desinibida, sendo ela a representação do Cisne Negro no filme. Nina é exatamente o oposto Lily, e isso chama a atenção dela, iniciando uma amizade que pode atrapalhar o sonho de Nina. O filme nos apresenta uma tórrida de cena de sexo entre as duas personagens, e esse é o momento exato da libertação de Nina, que era inibida e não conhecia os prazeres da vida. Não demora muito para Nina começar a ter visões e alucinações, devido toda a pressão que ela passa no filme, e ela pode se tornar perigosa para ela mesmo, podendo arruinar sua chance de ser a Rainha dos Cisnes.

Cisne Negro é perturbador, intrigante, brilhante, com um belo figurino, ótima direção de arte e apresentações de balé excelentes, com incríveis atuações, não só a de Portman, mas também de todo o elenco. A atriz mereceu o Globo de Ouro de atriz e com certeza irá ganhar o Oscar; e talvez o de fotografia também. Agora, o prêmio de melhor filme acredito que não ganha, mas é um forte concorrente para a categoria. Cisne Negro estréia dia 4 de fevereiro.

O Vencedor
Uma vez ou outra sai um filme sobre boxe: O Lutador (The Wrestler, 2008) e Menina de Ouro (Million Dollar Baby, 2004) dirigido por Clint Eastwood, que são os mais recentes; além de Rocky Balboa. O filme da vez é o drama O Vencedor (The Fighter, 2010), dirigido por David O' Russel e estrelado por Mak Whalberg, Christian Bale, Amy Adams e Melissa Leo. O filme é baseado em fatos reais sobre o lutador dos anos 80 Micky Ward e seu irmão Dick Eklund.

O filme conta a trajetória de Mick Ward, interpretado por Mark Whalberg. Desde pequeno, Mick é treinado para ser um lutador pelo seu irmão, Dick Eklund (Christian Bale). Porém, Mick não ia bem nas lutas por causa do seu irmão, que se envolvia com drogas, além de sua estranha e louca, muito louca, família. que inclui 7 irmãs e a mãe, Alice (Melissa Leo). Mick conhece a garçonete Charlene (Amy Adans), que o força a mudar o rumo de sua vida, dizendo que deve se afastar de sua família por conta dos problemas que eles têm, e que isso o atrapalha. Ele terá que decidir o caminho que quer seguir, para se tornar um lutador vencedor,que é o seu sonho.

O Vencedor é um tipo de filme que se destaca nas atuações, e que super atuações. O filme já ganhou o Globo de Ouro de melhor Ator Coadjuvante, para Christian Bale, e atriz Coadjuvante, para Melissa Leo. Christian Bale (Dick) é o que mais se destaca no filme: ele emagreceu muito para o personagem e está com uma aparência diferente, nem parecendo que é ele. Dick é um ex-lutador que entrou no mundo das drogas, e isso destruiu sua carreira; ele treina seu irmão desde pequeno para se tornar um excelente lutador, tudo que Dick não foi. Apesar de fazer várias burradas, ele consegue ser engraçado e cativar o público com o problema dele. Quem se destaca também é Melissa Leo, a mãe de Mick e Dick, uma mulher determinada, mas louca, que cuida dos negócios da família e do próprio filho, Mick. Eu não simpatizei muito com a personagem porque ela é louca, chata, implicante, e acha que só ela está certa; mas a atuação dela é perfeita como uma mãe protetora que só quer estar perto filho. No meio da família, tem as sete irmãs chatas de Mick, ISSO MESMO, SETE, que são super engraçadas, mas dá vontade de dar vários socos nelas. Quem tem destaque também é Amy Adams, que interpreta a namorada de Mick. Ela é importante para o filme, pois é com ela que ele começa a mudar e achar um rumo na vida.

Os quatro personagens principais, Mick, Dick, Alice e Charlotte têm uma química muito boa, mesmo eles brigando entre si durante o filme todo, e suas atuações são excelentes. Mas o longa tem alguns erros: as cenas de luta poderiam ser bem mais focadas e serem mais emocionantes, mas não são, devido ao modo que usaram a câmera. Além disso, eles poderiam ter focado mais no problema da ex-esposa de Mick e sua filha, que ao longo do filme desaparecem, e nem no final dão sinal de vida. O filme vale mesmo pelas ótimas interpretações dos atores, e o engraçado é que são os coadjuvantes que ganham destaque. Não que Mark Wahlberg não esteve bem, mas Christian Bale e Melissa Leo se destacam mais. E isso foi refletido no Globo de Ouro, que deu os prêmios para eles, e também é refletido na história do filme: ganhar as lutas e ser campeão não era só o sonho de Mick, mas também do seu irmão e da mãe, principalmente do irmão,Dick.

O Vencedor não tem a mesma emoção e sensibilidade de Menina de Ouro, mas o filme bom e te prende atenção, mas que se destaca mesmo é nos coadjuvantes da história, que se tornam os principais; e é mais do que certo o Oscar sair para eles. Amy Adans também concorre com Melissa Leo em atriz coadjuvante. O Vencedor já está em cartaz nos cinemas.

A Origem
Já imaginou você poder criar o seu próprio sonho? Você "construir" os prédios, as ruas, as pessoas, as formas que o seu sonho terá, tudo através das suas lembranças? Mas não podemos saber como o sonho vai acabar e o que vai acontecer nele. Esse é o pensamento do filme de Christopher Nolan, A Origem (Inception, 2010). O filme estreou em agosto, mas só agora eu pude assistir, e eu me apaixonei pelo filme. O filme mexe com os sonhos das pessoas, que você pode entrar nos sonhos dos outros, implantar uma idéia, um mundo novo, e roubar seus sonhos, seus segredos.

A Origem é meio confuso de se entender, e nos permite ter várias idéias sobre a história e os acontecimentos. Essa, então, é a minha. Cobb (Leonardo DiCaprio) é um extrator, especialista em roubos, mas não da mesma forma que assaltar um banco. Ele consegue entrar nos sonhos das pessoas, e roubar os seus segredos. Cobb foi acusado de matar sua esposa e fugiu, deixando para trás os seus dois filhos, dos quais sente muita falta. Ele quer reencontrar seus filhos e ter uma vida normal de novo, e agora ele tem a chance: o empresário Saito (Ken Watanabe) o contrata para inplantar uma nova idéia na mente de Fischer (Ciliam Murphy), e mudar o que ele está planejando fazer. Isso é praticamente impossível, implantar uma nova idéia na mente manipular o que uma pessoa está planejando fazer. Mas Cobb está certo que consegue fazer isso, e logo aceita a proposta: se ele conseguir fazer isso e descobrir o segredo e mudar a idéia de Fischer, Saito tira todas as acusações contra ele, e podendo ficar com os filhos. Cobb começa a juntar uma equipe, junto com o seu amigo que o ajuda nas missões, Arthur (Joseph-Gordon Lewiit). A equipe é a seguinte: Ariadne (Ellen Page), Eames (Tom Hardy) e Yusuf (Dileep Hao). Com a equipe pronta, eles começam o plano deles, mas acontecem imprevistos: a ex esposa de Cobb, Mal (Marion Cootilard) sempre aparece durante suas missões, nos sonhos, para atrapalhar as missões de Cobb; e também os inimigos que aparecem do subconsciente de Fischer. A explicação da função de cada um dos personagens está logo após o término da crítica do filme.

A Origem é um dos melhores filmes dos últimos tempos. O longa de Nolan consegue prender o espectador desde a sequência de ação inicial, durante as explicações de tudo o que vai acontecer no filme, e a explicação de como funciona tudo, até o seu desfecho emocionante, tenso, longo e cheio de ação. Os cenários do filme são impressionantes e inimagináveis, que variam desde cenários normais e passando entre cenários rotativos, destruídos e apocalípticos. As cenas de ação são de alto nível, principalmente nas cenas em que os cenários se modificam, e são mostradas de uma forma muito real, que impressiona ainda mais. Não podemos esquecer da fantástica e emocionante trilha sonora, cheia de mistério e emoção, criada por Hans Zimmer. A idéia do filme, de usar o tema dos sonhos, é espetacular, super inteligente, e o diretor soube lidar com isso muito bem, criando um enredo cheio de surpresas, reviravoltas e idéias brilhantes relacionadas ao inconsciente das pessoas.

O título original de A Origem é "Inception", que quer dizer inserção, inserir, ou seja: a equipe de Cobb vai inserir uma nova idéia durante o sonho de Fischer, para que ele mude de idéia sobre o que ele pretende fazer no filme. A Origem não é um simples filme sobre assalto, e sim um filme muito bem elaborado, e a inserção de poder "assaltar os sonhos das pessoas", é super empolgante e muito original. O filme tem ação desde o início até o final, e nenhuma deixa a desejar, enchendo os nossos olhos de emoção e divertimento. O enredo de A Origem é um pouco complicado de se entender, já que muitas idéias são apresentadas durante o filme, mas prestando bem atenção, é fácil de acompanhar e de entender tudo o que acontece. Na última cena do filme, o tão esperado final e motivo de tudo, Nolan nos dá um final que cabe a cada um imaginar o que aconteceu durante todo o filme, e como o filme realmente terminou. 

Reviews por:






Para conferir mais sobre a sétima arte acesse: http://paulo-am.blogspot.com



25 comentários:

Carolina disse...

Desses eu só assisti Cisne Negro, mas acho merecidíssimo um Oscar pra esse filme tão maravilhoso!

xx

Regiane Cristina S. disse...

Que capa maravilhosa do filme Cisne Negro. Fiquei apaixonada. Eu adoro a Natalie Portman, acho ela muito linda e uma excelente atriz. E a história desse filme me atrai muito.

Assisti a Origem e adorei!!! Acho que é um filme do tipo que você ama ou odeia. E o final é ótimo, eu adorei!!!!

Parabéns pelo post!!!

Beijinhos,

Ler e Almejar

Duda disse...

A Origem é ótimo, assisti e realmente acho que merece o Oscar... Já Cisne Negro ainda não vi, vou nesse final de semana, mas parece ser muito bom!
Beijos,
Duda - thenicestthing.blogspot.com

Carine F. disse...

Concordo que A Origem é daqueles que se ama ou odeia como a Regiane disse, e eu amei. Deve ganhar o oscar por todos os motivos que você citou ali em cima, pelos efeitos, história, trilha sonora. É um filme fantástico de assistir e ainda tem atores ótimos.
É uma pena que um dos favoritos seja a rede social, pois não acho que seja um filme digno de oscar, apenas parece que "tá na moda". Não que o filme seja ruim, é bem legal, mas sem exageros. Se for pra A Origem não ganhar, que ganhe Black Swan que é bem intenso e tem a Natalie Portman, haha :D

Caue1507 disse...

ah origem tem q ganhar! eh o filme mais original q eu assisti ano passado! *-*

Tem nova promoção rolando lah no blog!^^
http://hangoverat16.blogspot.com/2011/02/promocao-tormenta.html

--
hangover at 16

Mar disse...

Nossa parece ser realmente bom em!
Coloquei voce na aba de parceiros, desculpa a demora viu, Beijos florzinha.
Mar

Caroline Juliane Bonifácio disse...

Quero loucamente assistir A origem! No momento esta complicado dar um pulinho nos cinemas ein! Mas vou tentar dar um jeitinho hehe'
Adorei o post! Beijos
Carol {SobreUmLivro}

Nataly disse...

Quero muito ver Cisne Negro.
O único que vi foi A Origem que, por sinal, é genial.
Amei <3

Nataly Nunes
http://www.critiquinha.com.br/

Angela Graziela disse...

Gostei da idéia de falar dos filmes do Oscar!
Isso é bem legal e este filme me parece fantástico.
Estou louca para assistir ;) Beijos

Renata Holanda disse...

Gente,
O Oscar já está ai e eu como uma título de cinéfolo, não estou indo ao cinema. Quero assistir Cisne Negro e vou tentar ver estes outros.
Abraços

Renata

Mariana Ribeiro disse...

Quero muito assistir Cisne Negro, para mim o Oscar já é da Natalie Portman!! Parece ser uma história emocionante de dor e superação. Os outros já ouvi falar, mas a sinopse não despertou muito a minha atenção.
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Dyana Colares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Dyana Colares disse...

Quero muuuito assistir O Cisne Negro! Achei muito bom o trailer e a sinopse!
Seu blog está ótimo! Eu sou nova aqui no mundo das blogueiras leitoras e queria que você desse uma passada no meu blog e desse sua opinião :)

Obrigada,

Camila disse...

Quero muito assistir Cisne Negro, só vejo recomendações boas sobre ele, provavelmente verei essa semana.
E me interessei bastante por A , pareçe ser realmente muito interessante.!

Beijos
Camila Soares
World Of Books

vanessa disse...

Que bacana as resenhas para os filmes, gostei bastante. Quero muito ver Cisne Negro, todo mundo diz que é super bom cara. To ansiosa pro Oscar, eu adoro UAHSUAHS adorei o post querida.

Beijos, Vanessa
This Adorable Thing

DeFatto! disse...

Assisti A Origem e Cisne Negor daí. E quero muito assistir O Vencedor (amo Amy Adams haha)

Amei os dois, na verdade, se um deles ganhar, fico feliz. MUOTO feliz, na verdade. Mas prefiro Cisne Negro, tô com ele na cabeça até agora o.o
É bom demais!

beijos
Julia, Três Lápis

Luciana Mara disse...

Ei!
Os livros apresentados, eu só quero ver Cisne Negro. Pelo jeito é ótimo msm...
Vou dar um jeito de ir ao cinema.
Bjins

Jessica Asato disse...

Nossa, Cisne Negro indicado para o Oscar e nem chegou aqui, ou já???
o.O
Ainda não assisti os filmes, só A Origem e achei muito bom! Mas não tenho definido o preferido pra levar o Oscar... :x

Estou louca pra ver Cisne Negro!! Huhuhuh

Beijos!
xoxo

O Maravilhoso Mundo da Sétima Arte' disse...

adoro que aqui os comentários bombam mais do que no meu blog. :/ HAUSAHSAHAUHSAHSHA

eu já postei o DISCURSO DO REI, falta só Toy Story, que aliás, eu já assisti e nem escrevi nada sobre ele!!
E detalhe: o oscar de melhor filme vai para O DISCURSO DO REI ou A REDE SOCIAL.

O Maravilhoso Mundo da Sétima Arte' disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

O Maravilhoso Mundo da Sétima Arte' disse...

o link do m eu blog aqui: http://paulo-am.blogspot.com/
e ahh, eu vou da uma ajeitada no blog essa semana pra fica melhor!

ps: sou eu que escrevo as criticas :*
KPAOSKSKAPOSPKSA

Nathane gata, obrigado por ta me ajudando aqui no teu blog! <3 AMO TU amigona lindona do meu coração *_*

Babi Dewet disse...

Já vi a Origem e adoro!
Agora estou pra ver Black Swan, só ouço coisas boas sobre! =D

Natiii disse...

Estou doida para ver Cisne Negro.Pelo que eu já ouvi falar a Natalie Portman arrasou no papel.

Laís N. disse...

Assisti Cisne Negro há menos de um mês e É FANTÁSTICO.
No começo estava achando tudo muito parado, sem nada de interessante para ter ganhado um Oscar. Mas logo depois as coisas começaram a acontecer e eu e meus amigos ficávamos o tempo todo :O

Quero MUITO ver A origem e O vencedor. Meu irmão já assistiu O vencedor e adorou! Sinto apenas que ficarei toda confusa em A origem kkkkk

ps: o melhor de Cisne Negro é que passa uma mensagem de "ninguém é e consegue ser perfeito"

ótimas resenhas, bjs

O Clube da Meia Noite disse...

o cisne negro e a origem sao otimoos!
por:cassia rebeca

Deixe um comentário:

- Comentários ofensivos/preconceituosos serão deletados.
- Quer divulgar seu blog? Seja meu parceiro, entre em contato.
- Em breve retribuirei seu comentário.

Related Posts with Thumbnails